J

José Francisco Albarran

São Paulo (SP)
48seguidores18seguindo
Entrar em contato

Recomendações

(7.268)
Tiago Albuquerque, Administrador
Tiago Albuquerque
Comentário · há 9 meses
Ótimo questionamento Dr. Maico.

Na minha humilde opinião, enquanto houver demanda, haverá oferta... é uma simples lei de mercado.

Ao invés de culpar o empregador ou conclamar a classe a uma elitização forçada (ineficaz na resolução do problema) creio que seja melhor entender a raiz do problema:

- É preciso considerar que o Brasil é um país que tem o maior número de "advogados per capita" no mundo. Existe um excesso de oferta, o que inevitavelmente baixa o preço do serviço.

- Existe uma "glamorização" da atividade promovida pelas faculdades, muitas vezes de péssima qualidade, meros vendedores de "canudinhos de papel".

- O sistema judiciário ainda é muito ineficiente e não existe um esforço centralizado por parte da OAB, CNJ, etc, no incentivo à Arbitragem e Conciliação. A demanda por serviço jurídicos seria bem maior, mas muita gente desiste e encontra outros meios por entender que a justiça é lenta e os advogados custam caro.

Inclusive a maioria dos advogados acha pouco proveitoso buscar conciliação ou buscar uma câmara de arbitragem, com exceção das pessoas jurídicas que já estão bem mais instruídas neste sentido.

Acredito que tornar a justiça mais acessível e eficiente é a melhor forma de educar as pessoas o valor real dos operadores do direito.

O nosso país é grande e os direitos são pouco respeitados, é preciso fazer com que as pessoas acreditem na justiça, isso com certeza aumentará a demanda para equilibrá-la com a oferta. Isso por si só regulará os preços deste "mercado".

Perfis que segue

(18)
Carregando

Seguidores

(48)
Carregando

Tópicos de interesse

(29)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em São Paulo (SP)

Carregando

José Francisco Albarran

Entrar em contato